Templo budista Khadro Ling em Três Coroas, Rio Grande do Sul.
PROGRAMAÇÃO  DO  MÊS  DE  MARÇO / 2019
Dia 7 Quinta-feira – 19h30 Prática de Tara Vermelha no contexto da prática longa
(requer iniciação)
Dia 9 Sábado Não haverá prática hoje
Dia 11 Segunda-feira – 19h30 Celebração do Tsog de Tara Vermelha no contexto da prática concisa (aberto ao público em geral) (2)
Dia 16 Sábado – 8h30 às 11h30 Prática de Ngondro (requer iniciação)
            16h00 Prática de Tara Vermelha no contexto da prática longa
(requer iniciação)
            17h30 Meditação Shamata (aberta ao público em geral)
Dia 18 Segunda-feira – 19h30 Prática de Tara Vermelha no contexto da prática concisa
(aberto ao público em geral) (3)
Dia 23 Sábado – 16h00 Prática de Tara Vermelha no contexto da prática longa
(requer iniciação)
             17h30 Meditação Shamata (aberta ao público em geral)
Dia 25 Segunda-feira – 19h30 Prática de Tara Vermelha no contexto da prática concisa
(aberto ao público em geral)
Dia 27 Quarta-feira – 19h30 Prática de Powa (requer iniciação)
Dia 30 Sábado – 16h00 Prática de Tara Vermelha no contexto da prática longa
(requer iniciação)
            17h30 Meditação Shamata (aberta ao público em geral)

1 - Meditação Shamata
Trata-se de uma prática de atenção usada para manter a mente focalizada. Por meio dela repousamos naturalmente a mente em um estado de consciência relaxado, descansando em seu estado natural. A prática é recomendada para os primeiros contatos com o caminho budista, e aberta a todos os interessados.

2 - Celebração do Tsog de Tara Vermelha no contexto da prática concisa
Uma vez por mês realizamos a cerimônia de tsog, no contexto da prática de Tara Vermelha. Tsog, em tibetano, significa ‘reunião’: de praticantes, das deidades e das várias substâncias oferecidas (comida, bebida, luzes, incenso e flores).
Trata-se de uma cerimônia de remoção de obstáculos e acumulação de méritos através da essência pura de todos os sabores.
A data é variável, de acordo com o calendário mensal.

3 - Prática de Tara Vermelha no contexto da prática concisa
Esta prática é um dos grandes tesouros que herdamos de S. Ema. ChagdudTulku Rinpoche. Envolve a visualização da deidade, a recitação de mantras e o repouso natural da mente. Tara é reverenciada como a mãe de todos os Vitoriosos e a Salvadora Veloz. Ela corporifica a sabedoria de todos os budas em forma feminina, e manifesta as qualidades iluminadas do amor, compaixão e sabedoria. A prática é recomendada para os primeiros contatos com o caminho budista, e aberta a todos os interessados.

CLN 206 - Bloco B – Sobreloja - Asa Norte - Brasília – DF (em cima da panificadora, acesso pela rampa) — Email: cgpadmaling@yahoo.com.br
o